Ásia | Segurança

Japão procura expandir negócios de armas no sudeste asiático

japao1

Uma fonte do departamento da defesa japonês revelou que o país pretende aumentar as suas vendas de equipamentos militares para as nações do sudeste asiático, o que poderá aumentar as tensões com a China e a Coreia do Norte.

Esta medida faz parte das intenções do primeiro-ministro Shinzo Abe em reforçar o poder militar do Japão bem como as suas vendas de equipamento de defesa, especialmente no sudeste asiático, onde a China já está presente.

Hideaki Watanabe, responsável pelo departamento de logística e aquisição de tecnologia do Ministério da Defesa nipónico, vai se encontrar na quinta-feira com os oficiais de defesa da Associação das Nações do Sudeste Asiático para discutir a partilha de equipamento e tecnologia.

O responsável falou esta segunda-feira durante uma feira de armamento perto de Tóquio, onde marcaram presença centenas de oficiais de defesa e líderes da indústria de todo o mundo.

Na ocasião Watanabe lembrou que tem havido fortes tentativas de várias nações em controlar a construção de ilhas artificiais em aéreas disputadas no Mar do Sul da China. “É essencial manter o mar aberto e estável sob o domínio da lei”, disse. “Garantir a segurança da navegação e do espaço aéreo contribui para a paz e a prosperidade do Japão e da sociedade internacional. A procura e o desenvolvimento do Japão de equipamentos de defesa de alta qualidade contribuem para a defesa do país e de outros estados”, acrescentou.

De maneira a desenvolver a indústria de equipamentos de defesa, o governo japonês reforçou este ano os fundos de pesquisa para mais de 10 mil milhões de yens (cerca de 80 milhões de euros).

O Japão tem promovido a transferência de equipamentos de defesa para os países do sudeste asiático com o objetivo de aumentar a sua capacidade de resposta contra a crescente presença da China no Mar do Sul da China.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo