Ásia | Crise

Protestos anti-Kremlin enchem as ruas da Rússia e levam à detenção de mais de 1.500 pessoas

manif-anti-trump1

Milhares de russos manifestaram-se na segunda-feira, contra a corrupção “galopante entre políticos e oligarcas do país”, respondendo a um apelo de Alexei Navalny, principal opositor de Vladimir Putin.

A polícia reagiu pela força fazendo mais de 823 detenções em Moscovo e 600 em São Petersburgo, entre as quais, Navalny, condenado a 30 dias de prisão por ter incentivado a realização das manifestações não autorizadas, indicou a sua porta-voz, através da rede social Twitter. “Sentença: 30 dias”, escreveu Kira Iarmych.

Estas detenções “abafaram as liberdades fundamentais de expressão, associação e reunião (…) inscritas na Constituição russa”, lamentou uma porta-voz do serviço diplomático da União Europeia, em comunicado.

Navalny, de 41 anos, ganhou notoriedade pelas suas denúncias na Internet de casos de corrupção.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo