Europa | Médio Oriente

Deputados britânicos querem que seja retirada a nacionalidade inglesa à mulher de Bachar al-Assad

mulherAssad
Asma al-Assad

Deputados britânicos pediram ao Governo para revocar a nacionalidade inglesa que ainda beneficia Asma al-Assad, mulher do presidente sírio Bachar al-Assad.

Para os deputados britânicos, Asma al-Assad continua a apoiar publicamente o seu marido, quando a Síria permanece mergulhada num violento conflito que matou mais de 320.000 pessoas.

Segundo os parlamentares, Asma utiliza a sua imagem internacional para defender “um regime bárbaro”, tornando-se numa figura que já faz parte da “máquina de propaganda” do regime, sendo assim “prejudicial para os interesses vitais do Reino Unido”.

Asma al-Assad de 41 anos, nasceu em Londres no seio de uma família sunita síria originária da cidade de Homs. Conheceu Bachar al-Assad 1992 durante uma receção oferecida pela comunidade síria radicada em Londres. Casou com Bachar al-Assad em dezembro de 2000, seis meses depois de o presidente sírio ter assumido o poder, sucedendo o seu pai.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo