Europa | Médio Oriente | Segurança

Seis supostos membros do Estado Islâmico detidos na Europa

daesh1estadoislamico

Seis supostos membros de uma célula do grupo terrorista Estado Islâmico (EI) foram detidos esta quarta-feira em Espanha, Alemanha e Reino Unido, anunciou hoje o Ministério do Interior espanhol. A operação foi liderada pelas autoridades espanholas que investigam uma rede de recrutamento jihadista para a Síria e Iraque.

Em comunicado, o ministério adiantou que a célula tinha ramificações internacionais, elaborava e difundia material audiovisual de carater islamista radical, e realizava reuniões semanais clandestinas para conseguir determinar a vontade dos jovens em aderir à causa e viajar para zonas de conflito, sendo que o grupo de Palma de Maiorca estava a ganhar cada vez mais adeptos.

A investigação começou em 2015 depois de as autoridades terem descoberto vídeos publicados na internet descrevendo um jovem muçulmano que vivia em Espanha, sua radicalização, e sua eventual partida para a Síria.

“O envolvimento do grupo e a lealdade total às diretrizes do Daesh (EI), a defesa de ações terroristas realizadas por agentes solitários na Europa e sua prontidão para realizar a jihad violenta, justificaram essa operação”, referiu o ministério.

Os detidos, quatro em Palma de Maiorca (Espanha), que seria a sede da célula, um na Alemanha e outro no Reino Unido, apoiavam publicamente atos suicidas semelhantes aos perpetrados na Europa.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo