Magrebe | Segurança

Conselheiro do presidente argelino ataca violentamente os imigrantes ilegais na Argélia

ouyahia
Ahmed Ouyahia

Ahmed Ouyahia, uma das figuras de proa do regime argelino e diretor do gabinete do presidente Abdelaziz Bouteflika, proferiu violentos ataques contra os imigrantes, numa ocasião em que o Governo em Argel anunciou que pretende melhorar as condições os imigrantes subsaarianos em situação ilegal no país.

“Esses estrangeiros em situação ilegal trazem o crime, a droga e muitas outras pragas”, acusou Ahmed Ouyahia na televisão privada argelina Ennahar TV.

“Essas pessoas chegaram de maneira ilegal (…) Não dizemos às autoridades ‘atirem esses migrantes ao mar ou no deserto’, mas a sua permanência na Argélia tem de obedecer a regras”, acrescentou o conselheiro do presidente e líder do Reagrupamento Nacional Democrático (RND), segunda força partidária argelina aliada à Frente de Libertação Nacional (FLN) de Abdelaziz Bouteflika.

“Quando me falam de direitos do homem, eu digo: ‘nós somos soberanos na nossa casa’”, precisou Ahmed Ouyahia, antecipando as críticas de que seria alvo após as polémicas declarações.

Através de um comunicado a Amnistia Internacional qualificou de “chocantes e escandalosas” as declarações de Ouyahia, e considera que tais acusações “alimentam o racismo e favorecem a discriminação e a rejeição destas pessoas” que “fogem às guerras, à violência e à pobreza”.

Segundo uma ONG argelina, estão no país cerca de 100.000 imigrantes ilegais, maioritariamente proveniente da África Subsaariana, que vivem à margem de qualquer enquadramento jurídico.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo