Diplomacia | Magrebe | Segurança

Guterres pede à Frente Polisário que retire de Guergarate

Secretary-General Antonio Guterres holds a town hall meeting with Civil Society associated with the CSW.  remarks and questions.Empowering Indigenous Women and Girls
Speakers: Chandra Roy-Henriksen, Chief of the Secretariat of the Permanent Forum on Indigenous Issues, UN DESA; Tarcila Rivera Zea, Director of the International Indigenous Women’s Forum, Quechua, Peru; Aminatu Samiratu Gambo, Indigenous Information Network Kenya, Mbororo, Cameroon
António Guterres

No último relatório sobre o Sara Ocidental dirigido ao Conselho de Segurança da ONU, o secretário-geral das Nações Unidas, António Guterres, pediu à Frente Polisário que retire de Guergarate, zona tampão no sul do Sara Ocidental que foi palco de forte tensões após Marrocos ter violado a linha de cessar-fogo.

No relatório António Guterres afirma estar “profundamente preocupado com a presença contínua de elementos armados da Frente Polisário nesta região, e pelos desafios que representa pela razão de ser desta zona tampão”.

Para Guterres a atual situação poderá por em risco o cessar-fogo e consequentemente terá um “perigoso impacto” na segurança e estabilidade na região.

No mesmo documento o secretário-geral da Nações Unidas recomendou também a prorrogação por 12 meses suplementares o mandato na Missão das Nações Unidas para a organização de um Referendo no Sara Ocidental (Minurso).

“Recomendo que o Conselho prorrogue o mandato de 12 meses suplementares até 30 de abril de 2018” refere Guterres no relatório, sublinhando também, que “o Conselho de Segurança deverá pedir à Frente Polisário de operar uma retirada completa e sem condições da região de Guergarate”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo