Crise | Médio Oriente | Oceânia

Austrália: Morreu o principal recrutador do EI

neilprakash

Neil Prakash, o recrutador online australiano mais antigo do Estado Islâmico, terá morrido, de acordo com relatos que circulam nas fileiras da organização terrorista.

A morte do homem de Melbourne, que estava entre um grupo seleto de recrutadores online de jihadistas estrangeiros na Síria e no Iraque, tem sido informada em canais de comunicação fechados utilizados pelo EI, segundo o News Corp.

A News Corp citou um companheiro do recrutador do EI que diz que a sua morte foi publicada no Telegram, um serviço de mensagens criptografadas conhecido por ter sido usado pelo grupo desde o ano passado, bem como um outro canal de mensagens online.

Prakash, que viajou para a Síria em 2013 e adotou o nome de guerra Abu Khaled al-Cambodi era procurado desde agosto do ano passado, sob um mandado emitido pela Polícia Federal Australiana. Estava ligado a uma suposta conspiração para decapitar um polícia no Dia Anzac, um dia para lembrar as vidas perdidas na I Guerra Mundial, na Austrália, meses antes.

Prakash era um ponto de contacto para recrutar jihadistas online e esteve ativo nas redes sociais até ao ano passado.

Não há detalhes da morte de Prakash e o governo australiano ainda não confirmou. O gabinete do procurador-geral, George Brandis, diz que o governo não pode confirmar as notícias da morte de Neil Prakash por causa da situação de segurança na Síria e no Iraque.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo