Médio Oriente | Segurança

Estado Islâmico reivindica ataque a embaixada iraquiana em Cabul

afeganistao-atentado

A explosão de um carro armadilhado junto ao portão da embaixada iraquiana em Cabul, no Afeganistão, permitiu que um grupo de homens armados conseguisse entrar nas instalações levando a combates entre os atacantes e as forças de segurança da embaixada.

De acordo com o Amaq, o site de propaganda do Daesh, que reivindicou o ataque, pelo menos sete pessoas morreram no atentado. Este número ainda não foi confirmado pelas autoridades afegãs.

“O ataque terminou e os quatro assaltantes foram mortos”, revelou o Ministério do Interior na página de Facebook. Dois agentes de segurança também morreram.

A BBC refere que este ataque acontece duas semanas depois de um evento na embaixada do Iraque celebrar a derrota do Estado Islâmico na cidade iraquiana de Mossul.

Recorde-se que há uma semana, 35 pessoas morreram num atentado suicida reivindicado pelos taliban, e a 31 de maio, a explosão de uma bomba no centro da cidade afegã matou mais de 150 pessoas.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo