Crise | Médio Oriente

Exército do Iémen assumiu o controlo do palácio presidencial em Taiz

soldados-iemen

O exército iemenita assumiu o controlo do palácio presidencial em Taiz e está a ganhar terreno no leste do país.

As milícias assumiram o controlo de Taiz há cerca de dois anos e transformaram-na num quartel militar. A localização da colina com vista para a entrada leste da cidade e a linha que liga Taiz, Sanaa e Aden contribuíram para o cerco da cidade.

As armas pesadas das milícias estacionadas na colina, incluindo o que se conhece como o “tanque Sofitel”, não visavam apenas as instalações vitais onde recentemente se passaram confrontos violentos, mas também os bairros residenciais no centro de Taiz.

A localização que tem vista para as grandes áreas do leste de Taiz foi alvo de combatentes da coligação numa série de ataques violentos que resultaram na destruição de veículos e equipamentos das milícias.

Uma fonte do exército iemenita disse à Alarabiya que as incursões mataram e feriram dezenas de membros da milícia que estavam no Sofitel Hotel, atingido pelas incursões.

O ministro dos Direitos Humanos do Iêmen, Mohammed Askar, disse que as milícias explodiram mais de 300 mesquitas e centros de memorização do Alcorão no Iêmen desde o golpe contra a autoridade legítima.

Segundo o governante as milícias prenderam e mataram mais de 600

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo