Diplomacia | Médio Oriente

Novo veto da Rússia a uma resolução da ONU sobre a Síria

embaixador russo na onu

A Rússia aplicou o seu oitavo veto numa resolução da ONU condenando os ataques químicos na Síria e exigindo “uma total cooperação na investigação”. A China, o Cazaquistão e a Etiópia, abstiveram-se. A Bolívia também votou contra.

O texto recolheu 10 votos a favor, três abstenções e dois contra, da Bolívia e da Rússia, que fez valer o seu direito de veto como membro permanente.

O governo francês reagiu de imediato acusando a Rússia de carregar “uma pesada responsabilidade, opondo-se sistematicamente para proteger o seu aliado Bashar al-Assad.”

Com este oitavo veto, Moscovo mostra-se hermético face às ameaças de Washington.

Para a ONU, este veto acentua o isolamento de Moscovo no cenário internacional e a sua falta de credibilidade para a busca da paz na Síria.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo