Crise | Médio Oriente

Presidente sírio diz que ataque químico foi “100% inventado” pelos EUA

assad

O presidente sírio Bashar al-Assad disse esta quinta-feira, em declarações à AFP, que o ataque químico que matou mais de 80 pessoas na semana passada na província de Idlib foi “100% inventado”.

“Trata-se de um acontecimento 100% fabricado. A nossa impressão é que o Ocidente, principalmente os Estados Unidos, é cúmplice dos terroristas e montou esta história para justificar o ataque norte-americano de 07 de abril contra uma base aérea na Síria”, afirmou Bashar al-Assad.

Assad disse ainda que o exército sírio não tem armas químicas desde 2013, ano em que “todo o arsenal foi entregue”. “E mesmo se tivéssemos tais armas, nunca as teríamos usado”, acrescentou.

O presidente russo Vladimir Putin também já tinha classificado o ataque dos Estados Unidos como “uma agressão” com um “pretexto inventado”.

Recorde-se que os EUA lançaram na semana passada um ataque com 59 mísseis contra a base aérea de Shayrat, usada pelo exército sírio. A administração de Donald Trump deixou claro que o ataque foi uma resposta ao uso de armas químicas pelas forças de Assad.

O ataque com armas químicas (gás sarin) na província síria de Idlib matou 86 pessoas, incluindo pelo menos 31 crianças.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo