Crise | Médio Oriente

Qatar apela ao diálogo para resolver a crise do Golfo

Mohammed bin Abdulrahman Al-Thani

O ministro dos Negócios Estrangeiros do Qatar apelou ao “diálogo” nesta quarta-feira para resolver a crise diplomática do Golfo, acusando os estados árabes que cortaram os laços com o emirado de tentar prejudicar a soberania da nação.

“O Qatar continua a apelar ao diálogo”, disse o chefe da diplomacia do Qatar, Mohammed bin Abdulrahman Al-Thani, ao grupo de reflexão Chatham House, em Londres, enquanto os estados árabes mantinham conversações no Egito para discutir o próximo passo.

“Congratulamo-nos com todos os esforços sérios para resolver as nossas divergências com os nossos vizinhos”, disse, acrescentando que “Não aceitamos ingerência nos nossos assuntos internos”.

Al-Thani acusou a Arábia Saudita e os seus aliados regionais de “exigir que devemos entregar a nossa soberania como moeda de troca para acabar com o cerco”.

Um grupo de estados árabes liderados pela Arábia Saudita cortou as ligações aéreas, marítimas e terrestres com o Qatar, eliminando as rotas vitais para as importações, incluindo alimentos. Também ordenaram que os cidadãos do Qatar saíssem dos seus territórios e tomaram várias medidas contra as empresas e as instituições financeiras do Qatar.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo