Crise | Médio Oriente

Turquia: Apoiantes do ‘Não’ manifestam-se nas ruas de Istambul

Supporters of the 'no' vote chant slogans as they protest in Istanbul, against the referendum outcome, Monday, April 17, 2017. The placards read in Turkish: 'No we will win'. Turkey's main opposition party urged the country's electoral board Monday to cancel the results of a landmark referendum that granted sweeping new powers to Erdogan, citing what it called substantial voting irregularities. (AP Photo/Emrah Gurel)

Milhares de apoiantes do “Não” no referendo sobre a concessão de mais poder ao presidente turco, Recep Tayyip Erdogan, ocuparam as ruas de Istambul, na segunda-feira, para protestar contra supostas fraudes das eleições.

Os principais partidos da oposição, o Partido Popular Republicano (PCCh) e o Partido Democrático Popular pró-kurdo (HDP), anunciaram que vão contestar os resultados da maioria das urnas.

Os defensores do “Não” do referendo de domingo protestam contra as mudanças de última hora nos procedimentos de votação, mas as autoridades insistem que o referendo foi conduzido de forma limpa.

Os manifestantes marcharam para a sede do Conselho Eleitoral Supremo entoando slogans  como “Não te faremos presidente”, “Somos contra o fascismo”, “O ‘Não’ não está acabado”, enquanto nas casas que ladeiam o trajeto do protesto, as pessoas bateram panelas com utensílios de cozinha das janelas dos seus apartamentos para mostrar solidariedade.

A polícia manteve-se pacifica mas alertou contra o uso de slogans ofensivos.

O “Sim” venceu o referendo com 51,41% dos votos numa vitória menor do que o esperado, de acordo com os resultados finais divulgados pelas autoridades eleitorais.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo