Crise | Médio Oriente

Turquia vai reforçar a presença militar no Qatar

exercitoturco

O parlamento turco aprovou com caráter de urgência esta quarta-feira a legislação necessária que autoriza o reforço de tropas na base militar turca no Qatar, posicionando assim Ancara ao lado do emirado, isolado pelas severas medidas impostas pelas principais potências do Médio Oriente, Arábia Saudita, Egito, Bahrein e os Emirados Árabes Unidos, que já ameaçou os cidadãos com uma pena de 15 anos de prisão se manifestarem solidariedade com o Qatar.

Para além do reforço dos efetivos militares, a Turquia irá também disponibilizar ao Qatar ajuda alimentar e materiais de emergência. Antevendo as consequências de um bloqueio mais acentuado, o Qatar também já solicitou ao Irão apoio no fornecimento de bens alimentares e água.

Devido ao corte de relações diplomáticas, e encerramento das fronteiras, decidido pela Arábia Saudita, o Qatar foi privado de 85 por cento das suas importações que transitavam por via terrestre através da fronteira com o reino saudita.

Para a Turquia “os laços no campo da defesa com o Qatar são um indispensável pilar da sua postura estratégica na região”, explicou à Al Jazeera o analista de assuntos de defesa turco, Can Kasapoglu.

A decisão turca surge dois dias após a Arábia Saudita, Egito, Bahrein e os Emirados Árabes Unidos terem cortado relações diplomáticas, e fechado as fronteiras e espaço aéreo, com o Qatar acusando o emirado de apoiar e financiar “organizações terroristas”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo