Sahel | Segurança

Autoridade estatal regressa ao norte do Mali

In this photo taken Thursday, Feb. 23, 2017, Malian troops join with former rebels during a joint patrol in Gao, Mali. Malian soldiers joined with former members of the Tuareg rebellion this week, staging their first joint patrol in Gao, one of the largest cities in northern Mali where 54 people were killed last month by Islamic militants. (AP Photo/Baba Ahmed)

Os soldados malianos e ex-rebeldes tuaregues realizaram, na quinta-feira, a sua primeira patrulha conjunta no norte do Mali, um passo-chave no acordo de paz de 2015.

O Mali restaurou, na quinta-feira, a autoridade nas cidades do norte de Timbuktu e Menaka, terminando um impasse com facções tuareg armadas, que impediram a transferência do poder.

O retorno da autoridade estatal destina-se a preencher um vazio de poder que transformou o norte do Mali numa plataforma de lançamento para ataques jihadistas numa vasta região no deserto do Saara.

A maioria dos postos estatais não foi preenchida desde que os separatistas tuaregues e os jihadistas do deserto ocuparam o norte do Mali em 2012, antes da intervenção das forças francesas. Um acordo de paz assinado em 2015 destinava-se a permitir que as autoridades regressassem.

As fações pró-governo e anti-governamentais dominadas pelos tuaregues chegaram a acordo, em fevereiro, depois de meses de negociações sobre como as autoridades deveriam ser constituídas.

As forças de segurança regressaram a Gao e Kidal duas semanas depois, mas alguns grupos armados impediram que se instalassem em Tombuctú e Menaka no início de março.

A TV estatal anunciou que o impasse tinha terminado. Um porta-voz dos antigos Tuaregs, Iyad Ag Mohamed, confirmou por telefone que as autoridades tinham sido autorizadas a entrar.

Apesar deste passo importante para a restauração da paz, o Mali é um dos países mais assolado pelo banditismo e ataques islâmicos.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo