Sahel | Segurança

Mali: Casal acusado de concubinagem lapidado por “islamistas” em Taghlit

islamistas

Um homem e uma mulher, acusados de concubinagem, foram apedrejados até à morte esta terça-feira em Taghlit, entre as localidades de Aguelhoc e Tessalit na região de Kidal no norte do Mali. A última lapidação, por factos semelhantes, ocorreu há cinco anos quando esta região estava controlada por jihadistas próximos da Al-Qaeda.

Acusado de ter “violado a lei muçulmana” o casal foi “detido” e executado por lapidação por islamistas que filmaram a macabra cena perante uma assistência de cerca de 20 pessoas. Nenhuma informação foi veiculada sobre a identidade das vítimas ou dos quatro islamistas que executaram a lapidação.

Esta execução acontece poucos dias antes da chegada ao país do novo presidente francês Emmanuel Macron, que efetuará uma vista relâmpago a Gao onde está posicionada a força francesa Barkhane, em missão contra o terrorismo no Sahel.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo