Sahel | Segurança

Oito soldados do Mali encontrados mortos no norte do país

A fighter of Islamic group of Mujao stands guard near the Gao airport as Burkina Faso's foreign Minister Djibrille Bassole meets with the Islamic group leader on August 7, 2012. An Islamist leader who wants to see Mali adopt sharia law vowed on August 7 to support regional mediation efforts to resolve the political crisis in the ruptured west African nation. Jihadists of the MUJAO movement occupying northern Mali on August 9, 2012 said they had cut off the hand of a thief in accordance with strict Islamic law which they have imposed on the population.   AFP PHOTO / ROMARIC OLLO HIEN

O número de mortos do ataque que ocorreu a 9 de Julho em Menaka subiu para 11, após a descoberta de oito corpos de soldados que estavam desaparecidos há uma semana.

Os oito soldados malianos foram encontrados depois de terem sido capturados por supostos jihadistas durante o ataque a Menaka, no nordeste do Mali. De acordo com um responsável que pediu o anonimato, “oito corpos foram encontrados crivados de balas na cidade de Inkadogotane, localizada a 60 km de Menaka.”

O norte do Mali enfrenta múltiplos ataques terroristas contra o exército e civis, apesar da assinatura de um acordo de paz entre o governo e os principais grupos rebeldes tuaregues.

Os líderes de cinco países da região do Sahel da África Ocidental formaram, este mês, uma força multinacional com a missão principal de combater os militantes islamitas, que espalharam a violência para além das fronteiras do Mali.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo