Economia

Comissão Europeia recomenda saída de Portugal do Procedimento por Défice Excessivo

uniaoeuropeia

A Comissão Europeia recomendou esta segunda-feira a saída de Portugal do Procedimento por Défice Excessivo, aplicado ao país desde 2009.

Bruxelas refere que Portugal reduziu o seu défice para 2,0% do Produto Interno Bruto (PIB) em 2016, abaixo da meta dos 3% inscrita no Pacto de Estabilidade e Crescimento, e lembra que de acordo com as suas próprias previsões económicas, o país continuará com um défice abaixo daquele valor de referência em 2017 e 2018, reunindo as condições para o encerramento do procedimento, que era aplicado a Portugal há oito anos.

A decisão foi anunciada numa conferência de imprensa dos comissários Pierre Moscovici, Valdis Dombrovskis e Marianne Thyssen. “Este procedimento foi aberto em 2009, o país esteve sujeito a apoio. Trata-se de uma boa notícia para os portugueses. É um reconhecimento dos esforços do povo português”, elogiou Moscovici.

Reagindo ao anúncio de Bruxelas, o Presidente da República português, Marcelo Rebelo de Sousa, felicitou os portugueses pelos “seus sacrifícios de muitos anos” e apelou a “mais confiança, mais crescimento e mais emprego”.

“Hoje é o dia de felicitar os portugueses. Esta decisão só foi possível devido aos seus sacrifícios de muitos anos. Amanhã é o dia de todos começarmos a trabalhar para converter a decisão de hoje naquilo que importa: mais confiança, mais investimento, mais crescimento e mais emprego”, disse Marcelo Rebelo de Sousa.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo