Economia

Função Pública marca greve para 26 de maio

ana avoila

A Federação Nacional dos Sindicatos dos Trabalhadores em Funções Públicas e Sociais (FNTSFPS ) anunciou para 26 de maio uma greve de 24 horas para reivindicar aumentos salariais e 35 horas de trabalho semanais, aumento de salários e pagamento de horas extraordinárias.

“Convocámos uma conferência de imprensa para anunciar formas de luta que podem passar por uma greve”, revelou Ana Avoila, dirigente da FNTSFPS.

A sindicalista lembrou que as maiores participações nas greves costumam ser dos sectores da saúde e educação, “mas o sentimento que existe é comum a todos” os 350 mil funcionários da administração central.

Ana Avoila apontou que “continua a sair dinheiro todos os dias para parcerias público privadas e há a questão do Novo Banco” e, como o “Orçamento de Estado [de 2018] está a ser preparado já, não é em junho, julho, agosto ou em setembro que os trabalhadores vão lutar”.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo