Nacional | Segurança

PGR suspeita de tráfico de armas e terrorismo internacional no roubo de armas em Tancos

tancos

A Procuradoria-Geral da República (PGR) anunciou na quarta-feira, que está a investigar suspeitas de tráfico de armas e terrorismo internacional no processo de furto de material de guerra em paióis de Tancos. O inquérito passa a ser dirigido pelo Departamento Central de Investigação e Ação Penal (DCIAP) e a investigação será feita pela Unidade Nacional Contra Terrorismo da Polícia Judiciária.

Num comunicado, a PGR adianta que “na sequência de análise aprofundada dos elementos recolhidos, o Ministério Público apurou que tais factos, se integram numa realidade mais vasta”, e aponta a “suspeita da prática dos crimes de associação criminosa, trafico de armas Internacional e terrorismo internacional”.

O assalto aos Paióis Nacionais de Tancos foi confirmado pelo Exército na passada quarta-feira. No domingo, o jornal El Español divulgou uma lista de armamento, que diz ser “o inventário definitivo” do material furtado, distribuída às forças antiterroristas europeias.

Entretanto o chefe do Estado-Maior do Exército, Rovisco Duarte, exonerou cinco comandantes de unidades do ramo para não interferirem com os processos de averiguações em curso.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo