Sociedade

Dois suspeitos de ligações a radicais islâmicos foram detidos na Guarda

policia

Foram detidos na Guarda dois irmãos lusodescendentes, de 23 e 27 anos, suspeitos de ligação a grupos radicais islâmicos, tinham na sua posse armas brancas e de fogo e um exemplar do Alcorão, avançou a SIC Notícias.

A detenção vem na sequência de uma investigação que teve início em janeiro quando um dos suspeitos deu entrada no hospital com ferimentos de bala. Na altura terá dito à Polícia Judiciária (PJ) que estava a passear o cão quando ouviu um estrondo e se apercebeu de que tinha sido atingido.

Segundo a PJ os dois jovens têm antecedentes criminais em França por crimes como burla, roubo e crimes contra o património. Ainda justificaram a sua presença em Portugal com um pedido da mãe, que vive em França, para que viessem tratar da campa do pai, sepultado na localidade.

Um dos irmãos confessou ter-se convertido ao islamismo há cerca de quatro anos.

Os suspeitos têm nacionalidade portuguesa e francesa e residem nesta aldeia há três meses.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo