Sociedade

Lisboa está à frente de Madrid, Roma e Nova Iorque no ranking da qualidade de vida

Lisboa

Mesmo tendo caído uma posição face a 2016 no ranking global da qualidade de vida da imobiliária Mercer, Lisboa mantém-se no top 50, com o 43º lugar de uma lista de 231 cidades, à frente de Madrid, Roma e Nova Iorque.

O ‘top 10’ das cidades com melhor qualidade de vida é encabeçado pela capital austríaca (pelo oitavo ano consecutivo), seguindo-se Zurique (Suíça), Auckland (Nova Zelândia) Munique (Alemanha), Vancouver (Canadá), Dusseldorf (Alemanha), Frankfurt (Alemanha), Genebra (Suíça), Copenhaga (Dinamarca) e Basileia (Suíça), que se estreia na lista, em 10.º lugar.

Tiago Borges, da Mercer, explicou que a vantagem de Lisboa em relação a outras cidades com nomes sonantes se deve a três fatores: os crimes, sentimento de segurança pessoal ou risco de ataques terroristas; o clima e registo de desastres naturais; bem como o clima político e social.

No outro extremo, as piores cidades são Saná no Iémen (229ª), Bangui na República Centro-Africana (230ª) e, a terminar, Bagdade (231ª).

Top 10 “Qualidade de vida” – estudo Mercer

As melhores cidades:

Viena (Áustria)

Zurique (Suíça)

Auckland (Nova Zelândia)

Munique (Alemanha)

Vancouver (Canadá)

Dusseldorf (Alemanha)

Frankfurt (Alemanha)

Genebra (Suíça)

Copenhaga (Dinamarca)

Basileia (Suíça)

 

As piores cidades:

Conacri (Guiné)

Kinshasa (RD Congo)

Brazzaville (Congo)

Damasco (Síria)

N’Djamena (Chade)

Cartum (Sudão)

Port-au-Prince (Haiti)

Sana’a (República do Iémen)

Bangui (República Centro-Africana)

Badgade (Iraque)

Ao nível das infraestruturas, Singapura é a melhor cidade do mundo, enquanto a pior está identificada como sendo Port-au-Prince no Haiti.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo