Sociedade

Médicos portugueses iniciam hoje uma greve de dois dias

medico

Os médicos iniciaram às 00:00 desta quarta-feira uma greve de dois dias que deve afetar cirurgias e consultas programadas. A paralisação foi convocada pelos dois sindicatos médicos: Sindicato Independente dos Médicos (SIM) e Federação Nacional dos Médicos (FNAM).

Os médicos exigem, entre outras medidas, o pagamento das horas extraordinárias a 100%, limitação do trabalho suplementar a 150 horas anuais, em vez das atuais 200, a redução do número de horas de trabalho nas urgências e a limitação da lista de utentes por médico de família.

Há serviços mínimos garantidos em algumas áreas, nomeadamente as urgências, quimioterapia e radioterapia ou transplantes.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo