Ásia | Segurança | Sem categoria

Confrontos entre as autoridades filipinas e suspeitos rebeldes fez pelo menos seis mortos

abu-sayyaf

Pelo menos seis pessoas morreram em confrontos entre as forças filipinas e suspeitos rebeldes Abu Sayyaf numa ilha central, longe das bases extremistas localizadas a sul, numa zona onde os Estados Unidos alertaram para a possibilidade de homens armados realizarem sequestros.

O chefe da polícia nacional, Ronald dela Rosa, avançou que entre os mortos estão um soldado e cinco homens armados. Dela Rosa adiantou que as tropas e os oficiais da polícia atacaram os homens armados que chegaram à costa de Inabanga através de três barcos.

Os mais de 10 militantes abrigaram-se em três casas durante o confronto mas uns foram mortos e os restantes renderam-se, afirmou Ronald dela Rosa.

Caso se confirme que os homens envolvidos no incidente eram rebeldes Abu Sayyaf, esta poderá ser a primeira tentativa conhecida do grupo em realizar sequestros no centro das Filipinas.

O chefe do exército, Eduardo Ano, disse em declarações à Associated Press que o seu departamento de informação está a tentar prever os movimentos dos rebeldes suspeitos que primeiro viajar de Sulu para a península de Zamboanga.

Os Estados Unidos e as Filipinas juntaram os rebeldes Abu Sayyaf à sua lista negra como sendo uma organização terrorista pela realização de explosões e sequestros para pedidos de regaste e decapitações.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo