A African Energy Week começa já na próxima semana

A African Energy Week ( AEW ) 2021 representa o principal evento energético do continente organizado pela Câmara Africana de Energia ( AEC ), em parceria com o Departamento de Recursos Minerais e Energia da África do Sul.

Com apenas uma semana para começo, dia 9 de novembro, o evento focado na África, baseado na Cidade do Cabo, verá os líderes do continente, os principais participantes do setor de energia e partes interessadas de todo o mundo debaterem o futuro do setor de energia de África.

Com o compromisso do evento com a África em face da pandemia COVID-19, e sua dedicação aos locais e negócios africanos, a AEW 2021 tornou-se a conferência preferida dos ministros de energia africanos, grandes empresas globais do petróleo e executivos do setor privado. O apoio ao evento foi esmagador, particularmente dos Ministros de Energia e Petróleo de todo o continente.

Até o momento, AEW 2021 já confirmou presenças ministeriais da África do Sul, Nigéria, Moçambique, Níger, Namíbia, Angola, Somália, Sudão do Sul, Uganda, Guiné Equatorial, Senegal, Quênia, Gana, Congo, Líbia e República Democrática do Congo.

O evento também rem ondas de apoio por parte dos CONs da África, com confirmações feitas pela Comissão Nacional do Petróleo de Gana; Sonangol; Companhia Nacional de Petróleo de Uganda; Comissão do Petróleo de Gana; a Comissão Nacional do Petróleo do Congo; a National Petroleum Corporation of Namibia; Petrosen; Sudapet; Cos-Petrogaz; e Nigéria LNG. Esses CONs conduzirão a discussão sobre o futuro energético da África na Cidade do Cabo, com participações de outros atores de interesse e conferências enfatizando como as empresas indígenas da África devem aproveitar as oportunidades e conduzir o continente a uma nova era de sucesso.

Ao contrário de outros eventos de energia pan-africanos, AEW 2021 tem o apoio e o compromisso das principais organizações da indústria do continente. Isso inclui o Fórum dos Países Exportadores de Gás; Organização dos Países Exportadores de Petróleo; Organização Africana de Produtores de Petróleo; Associação Africana de Refinadores e Distribuidores; a Associação de Negociadores Internacionais de Petróleo – Capítulo Africano; o Banco Africano de Desenvolvimento; e a Agência Internacional de Energia.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin