Aprovadas mais medidas de apoio a empresas e famílias em Portugal

Portugal aprovou mais medidas de apoio às empresas e famílias em resposta aos desafios que a pandemia Covid-19 está a provocar no país.

O Estado de Emergência decretado obrigou várias empresas a encerrar ou suspender atividades. Para evitar despedimentos e apoiar a manutenção de postos de trabalho oram o Governo português aprovou a redução de horário de trabalho ou a suspensão de contratos de trabalho para empresas que tenham sido obrigadas a encerrar ou tenham uma redução na faturação de 40%.

O mesmo diploma prevê que as prestações de empréstimos tenham uma moratória de 6 meses, até 30 de setembro, o que garante a continuidade de financiamento a famílias e a empresas e pretende também evitar incumprimentos. Foi aprovado um regime excecional de mora para as rendas, habitacionais ou não habitacionais, e que prevê a possibilidade de financiamento para pagamento de rendas a arrendatários que sofram perdas de rendimento.

O regime de faltas justificadas para apoio à família foi estendido para os trabalhadores que necessitem de faltar para dar assistência a ascendentes a seu cargo e nos casos em que as entidades de apoio social suspendam a atividades. Esta medida é particularmente importante numa altura em que são registados vários casos de idosos infetados com Covid-19 em lares ou instituições de terceira idade em Portugal.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *



Artigos relacionados

Revista de Imprensa Lusófona de 16 de junho de 2021

Revista de Imprensa Lusófona de 16 de junho de 2021

Em Portugal o “Público” noticia que o “PS lança novo portal que permite pagamento de quotas e adesões online”. De acordo com o…
As primeiras memórias podem começar aos dois anos e meio

As primeiras memórias podem começar aos dois anos e meio

Em média, as primeiras memórias que as pessoas podem recordar remontam a quando tinham apenas dois anos e meio de…
Angola: Suspensão da dívida ao estrangeiro poupa USD 300 milhões

Angola: Suspensão da dívida ao estrangeiro poupa USD 300 milhões

A ministra das Finanças de Angola, Vera Daves, informou que o mais recente pedido de suspensão da dívida por parte do país a parceiros…
Marrocos quer impulsionar energias renováveis ​​e hidrogénio verde

Marrocos quer impulsionar energias renováveis ​​e hidrogénio verde

Marrocos anunciou a ambição de aumentar a participação da capacidade total de energia renovável para mais de 52% até 2030.…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin