Estreia “Calígula morreu. Eu não” no D. Maria II, uma coprodução que junta Portugal e Espanha

“Calígula morreu. Eu não“, espetáculo com encenação de Marco Paiva e texto da dramaturga espanhola Clàudia Cedó, chega à Sala Garrett do Teatro Nacional D. Maria II no próximo dia 25 de junho, onde ficará em cena até dia 4 de julho.

Uma copodução do Teatro Nacional D. Maria II e do Centro Dramático Nacional, em Madrid, com produção da Terra Amarela, “Calígula morreu. Eu não” é um espetáculo que reúne uma equipa portuguesa e espanhola e é interpretado em quatro línguas: português, castelhano, Língua Gestual Portuguesa e Língua Gestual Espanhola.

Marco Paiva dirige um elenco com intérpretes das duas nacionalidades e com e sem deficiência, composto por Ángela Ibáñez, André Ferreira, Fernando Lapeña, Jesús Vidal, Luís Garcia, Maite Brik, Paulo Azevedo e Rui Fonseca.

A estreia global da peça aconteceu a 19 de maio, no Teatro María Guerrero, no Centro Dramático Nacional. Agora é a vez de Lisboa receber o espetáculo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Investigadores desenvolvem técnica inovadora que alivia a dor sem efeitos colaterais

Investigadores desenvolvem técnica inovadora que alivia a dor sem efeitos colaterais

Investigadores desenvolveram um método de estimulação completamente novo, usando microeletrodos ultrafinos, para combater a dor intensa. Esta técnica proporciona um…
Timor-Leste acolhe na próxima semana observadores da UE para eleições

Timor-Leste acolhe na próxima semana observadores da UE para eleições

O Diretor-Geral do Secretariado Técnico da Administração Eleitoral (STAE) de Timor-Leste, Acilino Branco, declarou que uma delegação da União Europeia…
Moçambique: Tropas da SADC resgataram 47 civis em Quissanga

Moçambique: Tropas da SADC resgataram 47 civis em Quissanga

A Força em Estado de Alerta da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC, na sigla inglesa) resgatou 47 civis que…
Angola: António Venâncio vai concorrer à liderança do MPLA

Angola: António Venâncio vai concorrer à liderança do MPLA

O engenheiro angolano António Venâncio, membro do MPLA e conhecido ‘influencer’ político nas redes sociais e na comunicação social convencional, apresentou formalmente a pretensão de concorrer à presidência…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin