Agenda

Instituto Piaget celebra 40 anos ao serviço da educação e ultrapassa os 40 mil diplomados

(c) emirec

O Instituto Piaget comemora, este ano, o seu 40.º aniversário, marcado por diversas iniciativas de norte a sul do País. No ano em que celebra quatro décadas, a instituição ultrapassou o marco dos 40 mil diplomados.

Com uma oferta centrada nas áreas de educação, saúde, gestão, desporto, psicologia e engenharia, a Instituição tem vindo a renovar de forma continuada a sua rede de campos académicos e a sua oferta formativa. “Somos uma instituição aberta, flexível e atenta à realidade do País, reajustando continuamente o nosso projeto às necessidades e exigências emergentes no panorama nacional e internacional”, frisa o presidente António Oliveira e Cruz.

Presidente António Oliveira Cruz

Para encerrar as comemorações do seu 40.º aniversário, o Instituto Piaget organiza, nos dias 15 e 16 de novembro, o “Encontro sobre Educação”, no seu Campus Universitário de Almada, durante o qual se pretende refletir sobre o estado atual da educação, ao longo dos últimos anos e abrir novas perspetivas. A iniciativa contará com a participação de personalidades internacionais de renome, como Edgar Morin, sociólogo e filósofo francês, considerado um dos principais pensadores contemporâneos; Henri Atlan, filósofo, médico e biólogo, pioneiro da teoria da complexidade e autor de numerosos trabalhos no domínio da biologia celular, biofísica e inteligência artificial; e Jérôme Bindé, escritor e futurista, diretor da Organização de Análise e Previsão da UNESCO, entre outros.

“O Instituto Piaget tem privilegiado zonas mais periféricas e tem fomentado uma grande proximidade com as comunidades em que se insere, nomeadamente através de cursos com grande procura nestas regiões, garantindo a elevada empregabilidade dos nossos formandos nas regiões de origem e potenciando o desenvolvimento local”, explica António Oliveira Cruz. A Instituição também se diferencia por ser uma cooperativa sem fins lucrativos, em que “todos os excedentes são reinvestidos na nossa atividade, o que garante uma melhoria constante do nosso ensino”, acrescenta o fundador.

Embora a vertente de Ensino Superior seja a mais conhecida, o Instituto Piaget tem desempenhado também um papel social ativo, através, por exemplo, da criação de uma ONGD sem fins lucrativos, a APDES (Agência Piaget para o Desenvolvimento), cujo objetivo principal é melhorar as condições de vida de pessoas e comunidades em situação de vulnerabilidade por meio da ação técnica, científica e política; das Edições Piaget, com mais de 1.700 títulos publicados; e ainda da Nuclisol Jean Piaget, uma rede de Unidades de Desenvolvimento Infantil, pelas quais já passaram dezenas de milhares de crianças.

O Instituto Piaget nasceu em Portugal, em 1979, pelas mãos de António Oliveira Cruz e, desde aí, tem vindo a dedicar-se à educação, ensino superior, edição, investigação e ainda à intervenção social. O Instituto Piaget tem assumido um papel importante no desenvolvimento do Interior e das zonas periféricas dos grandes centros urbanos, descentralizando e democratizando a educação, com 4 campi, localizados em Almada, Viseu, Vila Nova de Gaia e Silves, e Escolas Profissionais em Almada, Viseu e Macedo de Cavaleiros.

Além de Portugal, estendeu a sua atividade além-fronteiras, a partir de 1999, tendo vindo a ganhar uma crescente dimensão internacional. Atualmente, possui centros universitários em mais cinco países lusófonos (Angola, Brasil, Cabo Verde, Guiné-Bissau e Moçambique).

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo