Macau: Espetáculo “Noites de Fado” arranca em março

O Instituto Cultural vai realizar um conjunto de concertos intitulados “Noites de Fado”, no Teatro D. Pedro V, num espetáculo que pretende combinar música, gastronomia típica e arte.

Tiago Correia e Bárbara Santos são dois dos fadistas confirmados para o evento que vai celebrar o estilo musical português eleito Património Cultural Imaterial da Humanidade da UNESCO, em 2011.

Os concertos vão decorrer de 1 a 24 de março, às sextas-feiras, sábados e domingos, entre as 18h00 e as 20h00, num total de 12 concertos.

O programa do festival vai proporcionar uma junção da guitarra portuguesa, guitarra clássica, violino, saxofone, piano, instrumento tradicional chinês – Yangqin, entre outros. Uma exposição sobre a história do Fado estará patente na Galeria do Teatro.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique: Administração Nacional de Estradas precisa de 690 milhões de meticais para reconstruir estradas

Moçambique: Administração Nacional de Estradas precisa de 690 milhões de meticais para reconstruir estradas

Nurbina Noormahomed, delegada da Administração Nacional de Estradas (ANE), informou, esta sexta-feira, que a ANE necessita de 690 milhões de…
Angola: João Lourenço não pode alterar estatutos do MPLA

Angola: João Lourenço não pode alterar estatutos do MPLA

O atual Presidente da República de Angola e líder do MPLA, João Lourenço, está impedido pela Constituição do país e…
Moçambique: Partidos têm dois meses para eleger candidatos às presidenciais

Moçambique: Partidos têm dois meses para eleger candidatos às presidenciais

Faltam pouco menos de 60 dias para os partidos submeterem candidaturas, junto do Conselho Constitucional, à Presidência da República de…
Timor-Leste: Governo lança Portal de Informação Comercial

Timor-Leste: Governo lança Portal de Informação Comercial

O Governo timorense lançou nesta quinta-feira, 11 de abril, o Portal de Informação Comercial, com o apoio do Banco Mundial.…