Representantes da UNICEF e do WFP observam impactos do conflito da Síria no terreno

A visita de dois dias da Directora Executiva da UNICEF, Henrietta Fore, e do Director Executivo do World Food Programme (WFP), David Beasley, à Síria surge na sequência da escalada do conflito no Noroeste do país.

Nove anos de guerra deixaram a economia da Síria à beira de um colapso, levando milhões de pessoas a passar fome e a um aumento de 60% do preço da alimentação. Os efeitos do conflito traduzem-se em outros números preocupantes, com um terço da população a sofrer de insegurança alimentar, 1 em cada 3 crianças sem frequentara escola e mais de metade das unidades de saúde sem condições.

Em Idlib, a 59 km da capital Aleppo, a situação das crianças e famílias tornou-se ainda mais crítica com mais de meio milhão de crianças deslocadas nos últimos 3 meses, uma média de 6.000 por dia. Cerca de 180 escolas não estão em funcionamento, numa cidade em que o preço da comida aumentou 120% desde o ano passado. No Noroeste, dezenas de milhares de crianças continuam a viver em campos de deslocados sem acesso a serviços básicos e cerca de 28.000 crianças de mais de 60 países, incluindo 20.000 do Iraque, continuam presos no campo de Al Hol.

Durante a viagem, os representantes da UNICEF e do WPF, visitaram uma escola, um centro de distribuição de comida e uma clínica de saúde em Sinjar, no sul de Idlib, a 30 km das linhas de combate. Reuniram com oficiais do governo para renovarem o compromisso das suas agências em ajudar as crianças e famílias mais vulneráveis na Síria e proporcionar-lhes acesso a Educação, Nutrição, Saúde, Protecção e Comida. Nestas reuniões, reforçaram, também, a urgência de proporcionar serviços básicos às famílias e melhorar as suas condições económicas.

Por último, apelaram à protecção das crianças, das infraestruturas civis e ao cessar das hostilidades do Noroeste.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

Banco de Moçambique cancela registo de 15 operadores de microcrédito

O Banco de Moçambique decidiu cancelar o registo de 15 operadores de microcrédito. Estes passam a estar assim proibidos de…
Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça decidem facilitar vistos de curta duração

Cabo Verde e Suíça acordaram que vão facilitar a emissão de vistos de curta duração, divulgou o Ministério dos Negócios…
Timor-Leste: Debate de candidatos presidenciais adiado para 15 de março

Timor-Leste: Debate de candidatos presidenciais adiado para 15 de março

O Vice-Presidente da Comissão Nacional de Eleições (CNE), Domingos Barreto, informou que o debate público dos candidatos à Presidência da…
Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

Moçambique: Maleiane ocupa cargo de primeiro-ministro

O chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, confere posse a Adriano Maleiane nesta sexta-feira, 04 de março. O ex-ministro da…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin