COP 28: Duas semanas para discutir estratégias de combate às alterações climáticas   

Começou, no Dubai, Emirados Árabes Unidos, esta quinta-feira, a 28ª Conferência das Nações Unidas sobre Alterações Climáticas (COP 28). Mais de 165 chefes de estado e cerca de 70 mil delegados participam no maior debate sobre o clima, até ao dia 12 de dezembro.

O evento abriu com um apelo para acelerar a ação coletiva sobre o clima e acontece naquele que é considerado o ano mais quente de que há registo. O COP 28 marca também a conclusão do Balanço Global, a primeira avaliação dos progressos globais na aplicação do Acordo de Paris de 2015, e vai incidir sobre alterações climáticas, aquecimento global e políticas sustentáveis para o futuro.

Os principais pontos a serem discutidos ao longo das próximas duas semanas de debate são: o balanço global de avaliação do progresso na implementação do Acordo de Paris, que pretende manter o aquecimento global do planeta abaixo de 2°C até o final do século e tentar limitar esse aumento até 1,5°C; o acordo para eliminação gradual/redução de uso de todos os combustíveis fosseis; a compensação financeira aos países mais afetados pelos fenómenos decorrentes das alterações climáticas e, por último, a ajuda aos países em desenvolvimento para se prepararem para a mudança do clima.

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Angola: Vice-Presidente recebe líder da OEACP–UE

Angola: Vice-Presidente recebe líder da OEACP–UE

A Vice-Presidente da República de Angola, Esperança da Costa, recebeu em audiência a líder da Assembleia Parlamentar da Organização dos…
Guiné-Bissau: Nuno Nabiam demite-se e qualifica Sissoco de “senhor absoluto”

Guiné-Bissau: Nuno Nabiam demite-se e qualifica Sissoco de “senhor absoluto”

O antigo Primeiro-ministro e conselheiro especial do Presidente da República, Nuno Gomes Nabiam demitiu-se das funções alegando a “falta de…
Guiné-Bissau: Venda ilícita de passaportes movimentou em dois anos 1.8 biliões de Fcfa

Guiné-Bissau: Venda ilícita de passaportes movimentou em dois anos 1.8 biliões de Fcfa

O Ministério do Interior da Guiné-Bissau informou esta segunda-feira, 19 de Setembro, ter detido 41 indivíduos de nacionalidade camaronesa, assim…
Angola: UE vai financiar novos projetos avaliados em 90 milhões de euros

Angola: UE vai financiar novos projetos avaliados em 90 milhões de euros

A União Europeia (UE) vai financiar, com 90 milhões de euros, quatro novos projetos, em Angola. O montante vai ser…