Notícia | São Tomé e Príncipe

STP: Banco Mundial anuncia apoio orçamental e financiamento de vários projetos em São Tomé e Príncipe.

O Banco Mundial, BM, vai disponibilizar cerca de oitenta milhões de dólares a São Tomé e Príncipe. Dez milhões para apoio ao orçamento, antes do final deste ano, e outros 70 milhões nos próximos três anos para diversos projetos.

 

O anúncio foi feito pelo administrador do BM para São Tomé e Príncipe, após um encontro com o primeiro-ministro, Jorge Bom Jesus.

 

De acordo com Jean-Claude Tchatchouang, o encontro com o chefe do executivo santomense versou sobre as áreas onde esta instituição “pode realmente intervir”. Ele quis saber quais as prioridades do governo e “como podemos fazer para contribuir para o crescimento económico de São Tomé e Príncipe e criar empregos para a juventude”.

 

A dinamização do setor privado nacional, atualmente descapitalizado e paralisado, é uma das prioridades do executivo para criar postos de trabalho, e estimular o crescimento.

 

Neste sentido, o Banco Mundial prometeu colocar a sua filial, Sociedade Financeira Internacional, a trabalhar aqui em São Tomé e Príncipe, para apoiar o setor privado do arquipélago.

 

«Para já esta nossa filial não tem operações aqui em São Tomé e Príncipe. Mas vamos incentivá-la a vir desenvolver o setor privado aqui em São Tomé e Príncipe», assegurou.

 

A reunião entre o administrador do Banco Mundial para África e o primeiro-ministro serviu também para analisar do programa de financiamento do período 2018-2020, que está prestes a terminar.

 

O programa em curso atingiu cerca de 100 milhões de dólares em donativos. «São mais de 5 projetos em execução», recordou Jean Claude Tchatchouang.

 

A reabilitação e construção de estradas, nomeadamente a estrada nacional número 1, é um dos projetos financiados pelo Banco Mundial. A instituição está igualmente presente na recuperação do setor de energia, nomeadamente as fontes de energia renováveis e participa na luta contra a COVID-19 em São Tomé e Príncipe, tendo alocado cerca de 3 milhões de dólares, para o reforço de capacidade do Sistema Nacional de Saúde.

 

«A cooperação entre o Banco Mundial e São Tomé e Príncipe é bastante saudável», acrescentou Jean-Claude Tchatchouang, que também se encontrou com os ministros do Planeamento, Finanças e Economia azul, Osvaldo Vaz, da Agricultura, Pescas e Desenvolvimento Rural, Francisco Ramos, e do Turismo e Cultura, Aerton Crisóstomo.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo