Cultura | Vida

Alva, a primeira longa-metragem de ficção de Ico Costa já estreou nos cinemas portugueses

Alva, a primeira longa-metragem de ficção de Ico Costa, vencedora de 3 prémios na XXV edição dos Caminhos do Cinema Português, estreou nos cinemas portugueses no passado dia 16 de janeiro. O filme encontra-se em exibição, em Coimbra, nos Cinemas NOS do Alma Shopping. O Júri Caminhos 2019, composto por Carla Vasconcelos, Hugo Van Der Ding, João Telmo, Lucinda Loureiro, Paulo Carneiro, referiu que esta longa-metragem é “Um filme sem artifícios. Belo, fluido como as águas do rio. Misterioso.”

Depois da estreia absoluta no Festival Internacional de Cinema de Roterdão e da exibição em vários festivais internacionais, este filme coproduzido pela Terratreme, Oublaum (PT), Un Puma (AR) e La Belle Affaire Productions (FR), foi rodado no interior de Portugal, nas margens do rio que lhe dá nome.

Em Alva seguimos a história de Henrique, um homem solitário, que foge para a floresta depois de ter cometido um crime. O espectador vê-se transportado para um espaço de solidão e de fuga, onde as imagens serenas da natureza se confundem com a inquietação do protagonista. A desertificação do interior, a violência nos meios rurais, o divórcio e a separação dos filhos são alguns dos temas abordados pelo filme.

Ico Costa realizou as curtas-metragens Libhaketi (2012), Quatro Horas Descalço (2012), Corrente (2013), Antero (2014) e Nyo Vweta Nafta (2017), e o documentário Barulho, Eclipse (2017). O seu trabalho tem vindo a ser exibido em vários festivais, como Semana da Crítica em Cannes, Locarno, Roterdão, Roma, Cinéma du Réel, New Directors/New Films, Oberhausen, Jihlava, Vila do Conde, IndieLisboa, DocLisboa, entre muitos outros. Alva é a sua primeira longa de ficção.

Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo