Brasileira participa com documentário no Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa

O FESTin, Festival de Cinema Itinerante da Língua Portuguesa, apresentará, no dia 10 de dezembro, às 21h, no Cinema São Jorge, em Lisboa, o documentário “Através dos Seus Olhos”, produzido pela realizadora Sónia Guggisberg, que conta com as nacionalidades suíça e brasileira e que estará presente no evento.

O 13º FESTin arranca dia 9 de dezembro com filmes de Portugal, Brasil, São Tomé e Príncipe e Angola e passará, além do Cinema São Jorge, pelo Museu das Comunicações, Auditório Camões e Espaço Talante, e no Porto, na Casa Comum.

A Sessão de abertura deste festival contempla uma homenagem ao centenário do escritor português José Saramago. Até o dia 14, o evento, que já faz parte da programação cinematográfica de Lisboa, exibirá quase 40 filmes, que, este ano, apresentam temas sensíveis, como a migração, a violência contra a mulher e a ascensão das milícias. Mas também há espaço para a celebração da música e da literatura.

O realizador Halder Gomes, de Vermelho Monet (Brasil, 2022), os atores Maria Fernanda Cândido e Chico Diaz, que estrelam a longa a ser exibida no dia 11 dentro da competição de ficção, e a atriz Ana Aleixo Lopes, de Já Nada Sei (Portugal, 2022), de Luís Diogo, estão entre os realizadores e artistas que confirmaram presença no FESTin.

Dentre os documentários, Através de Seus Olhos compete com outras três produções brasileiras e uma portuguesa: Os Ossos da Saudade (Brasil, 2021, Marcos Pimentel), No Canto Rosa (Portugal, 2022, Claudia Rita Oliveira), O Voo da Borboleta Amarela (Brasil, 2022, Jorge Oliveira) e Belchior – Apenas um Coração Selvagem (Brasil, 2022, Natália Dias e Camilo Cavalcanti).

Na disputa de curtas-metragens, os portugueses são maioria com cinco filmes: Boca Cava Terra (2022, Luís Campos), Dessa Água Não Beberei (2021, Pedro Caldeira e Paulo Graça), Eddy (2022, João Brás), Nada nas Mãos (2021, Paolo Marinou-Blanco) e Tchau Tchau (2021, Cristèle Alves Meira). Angola tem dois representantes: Elo (2022, Edgar Claudio) e Um Sopro no Quintal (2021, Gretel Marin). O Brasil participa com Sobre Elas (2022, Bruna Arcangelo) e São Tomé e Príncipe tem Cereais (2022, Filipe Anjos e Henrique Sungo).

As vendas dos bilhetes para as sessões no Cinema São Jorge começaram dia 2 de dezembro, sexta-feira, na bilheteira do cinema e no Sapo Ticketline. Nos outros sítios de exibição – Museu das Comunicações, Auditório Liceu Camões, Espaço Talante e Universidade do Porto -, a entrada é livre, sujeita à lotação.

Ígor Lopes

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Moçambique: Atraso de salários gera greve no município de Nacala

Mais de setecentos funcionários e agentes do Estado afetos ao Conselho autárquico de Nacala, na província de Nampula, encontram-se em…
Cabo Verde: UCID comenta mensagem de Ano Novo do PR

Cabo Verde: UCID comenta mensagem de Ano Novo do PR

O líder da UCID, João Santos Luís, comentou nesta terça-feira, 03 de janeiro, a mensagem de Ano Novo do Presidente…
Brasil: Lula assina primeiros decretos para o novo governo

Brasil: Lula assina primeiros decretos para o novo governo

No dia em que assumiu a presidência do Brasil pela terceira vez, Luiz Inácio Lula da Silva assinou vários decretos…
Moçambique: Arrancou a edição de 2023 do Recenseamento Militar

Moçambique: Arrancou a edição de 2023 do Recenseamento Militar

Arrancou ontem, 03 de janeiro, em Moçambique, o processo de Recenseamento Militar edição 2023, sob o lema: “Recenseamento Militar: Promovendo…