Cultura | Vida

Caretos de Podence já são Património Imaterial da Humanidade

Caretos de Podence

A Ministra da Cultura, Graça Fonseca, congratula-se com a inscrição, hoje, em Bogotá, das Festividades de Inverno – Caretos de Podence na lista representativa do Património Imaterial da Humanidade da UNESCO, felicitando, particularmente, a Associação dos Caretos de Podence e o Município de Macedo de Cavaleiros, por esta prestigiada distinção.

Os portugueses, em especial os transmontanos, estão, mais uma vez, de parabéns por saberem manter viva uma das suas mais ricas tradições culturais. Esta classificação, que muito honra todo o país, distingue culturalmente a região, mas contribui também para reforçar um ativo patrimonial e turístico que excede os limites do território do nordeste transmontano.

Esta distinção resulta de um trabalho desenvolvido, desde 2014, pelas entidades proponentes da candidatura com o objetivo de valorizar e promover as tradições locais.

Em novembro de 2019, o comité de peritos já tinha destacado a candidatura portuguesa como um exemplo de como uma pequena comunidade assumiu a responsabilidade pelo seu património cultural imaterial, numa abordagem que destaca os reflexos das mudanças sociais e económicas nas manifestações culturais atuais.

A partir de hoje, os Caretos de Podence integram uma lista importante, de que fazem já parte o Fado, o Cante Alentejano, a Louça de Bisalhães, os Chocalhos de Alcáçovas e os Bonecos de Estremoz. Refira-se ainda que Portugal partilha mais duas candidaturas com, respetivamente, 18 e 7 países: a Falcoaria e a Dieta Mediterrânica.

Estão ainda de parabéns outros países com quem Portugal tem grandes afinidades culturais. A Morna de Cabo Verde e a dança tradicional Bumba Meu Boi, típica da região no Maranhão, no Brasil, passaram também a fazer parte do Património de toda a Humanidade.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo