Católica lança curso avançado para potenciar a inclusão de pessoas com deficiência

Problematizar a deficiência, reconhecendo o seu caráter intrinsecamente multidimensional para uma abordagem de discussão-ação crítica e centrada na pessoa é um dos principais objetivos do curso avançado “Diálogo(s) e Deficiência(s): A construção de narrativas para a inclusão” que arranca em março de 2023. Uma formação que conta com vários parceiros: o Serviço Pastoral a Pessoas com Deficiência da Diocese do Porto; o Serviço Pastoral a Pessoas com Deficiência do Patriarcado de Lisboa; Terra Amarela; União de Freguesias de Aldoar, Foz do Douro e Nevogilde (Porto); BodyBuilders Rafael Alvarez.

“Em pleno século XXI, o tema da deficiência é frequentemente problematizado de forma unidimensional e assistencialista, ignorando as suas múltiplas narrativas, contribuindo para a desumanização da deficiência,” destacam os coordenadores deste curso. Abordar esta problemática requer uma análise multidimensional, multidisciplinar e integrada, numa lógica de discussão para a ação. Neste sentido, os coordenadores alertam para a necessidade de “humanizar a deficiência, promover diálogos críticos com pessoas com deficiência que permitam desconstruir tabus, dar espaço e escutar ativamente quem quer construir e fazer parte desta sociedade que somos todos nós.”

A 2ª edição do curso avançado “Diálogo(s) e Deficiência(s): A construção de narrativas para a inclusão”, que terá início em março de 2023, pretende provocar a reflexão crítica e escuta ativa, bem como desafiar a uma abordagem da deficiência baseada numa nova cultura organizacional e social que provoque um modo de olhar e de atuar centrado na pessoa e não na deficiência. Pretende ainda dar conhecimentos mais profundos sobre o potencial das narrativas na problematização da deficiência e partilhar ferramentas e práticas em torno de desafios concretos e centrais da e na deficiência, provocando uma leitura transversal e plural da temática. Outro dos objetivos é a aquisição de conhecimentos sobre a importância, o papel, as possibilidades e os limites das narrativas e dos diálogos multidisciplinares para a inclusão das pessoas com deficiência.

Este curso de formação avançada enquadra-se na Área Transversal de Economia Social da Universidade Católica no Porto (ATES/UCP) e terá início em março de 2023.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Angola: Governo diz que violação dos direitos humanos não é política do Estado angolano

Angola: Governo diz que violação dos direitos humanos não é política do Estado angolano

A secretária de Estado da Justiça para os Direitos Humanos e Cidadania de Angola, Ana Celeste Januário, disse que o…
Cabo Verde: Primeiro-ministro comenta situação de migrantes clandestinos

Cabo Verde: Primeiro-ministro comenta situação de migrantes clandestinos

O primeiro-ministro de Cabo Verde, Ulisses Correia e Silva, assegurou nesta segunda-feira, 16 de janeiro, que o Governo está a…
Brasil: BNDES elegeu novos diretores para o Conselho de Administração

Brasil: BNDES elegeu novos diretores para o Conselho de Administração

O Conselho de Administração do Banco Nacional de Desenvolvimento Económico e Social (BNDES) elegeu como novos diretores, no último dia…
Moçambique: PR realça "esforços" para pacificação no mandato

Moçambique: PR realça "esforços" para pacificação no mandato

O Presidente da República de Moçambique, Filipe Nyusi, salientou os “esforços” realizados para a pacificação como um dos principais marcos…