Cultura | Vida

Chimurenga: o grupo de media que está a mudar o panorama cultural africano

Desde 2002, a Revista ‘Chimurenga’, fundada nos Camarões, redefine a cultura Africana através da música, literatura e artes visuais. O fundador, Ntone Edjabe, DJ, técnico de basquete, jornalista e investigador, iniciou a sua “luta revolucionária” (a tradução para Chimurenga), como uma ferramenta para chamar a atenção para a complexidade e diversidade do continente africano e realinhar o discurso global em torno do continente.

Chimurenga era originalmente uma revista impressa, mas entretanto transformou-se num grupo de media que incorpora a Estação Espacial Pan-Africana (PASS), designação da rádio de música on-line da Chimurenga, a Biblioteca Chimurenga que também está disponível online, e um jornal produzido a cada trimestre, designado: ‘The Chronic’.

As plataformas e publicações de Edjabe são conhecidas pelas suas perspetivas contundentes e imparciais sobre a política e desenvolvimento cultural do continente.

Edjabe considera que a música e criatividade são as ferramentas mais importantes na libertação de África das suas lutas.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo