China anuncia fim do comércio de marfim

A República Popular da China anunciou que até ao fim de 2017 vai proibir todas as trocas comerciais no país até ao fim de 2017.

Com esta medida, os traficantes de marfim perdem o seu maior mercado ilegal de marfim, onde 1 quilo de marfim pode chegar a valer quase 1000 euros. A caça aos elefantes para o tráfico de marfim é alimentada pela procura acentuada na China e tem vindo a agravar a ameaça de extinção destes animais no continente africano.

Este anúncio é uma esperança para proteger e evitar a extinção destes animais selvagens.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Angola mantém aposta na diplomacia económica

Angola mantém aposta na diplomacia económica

O ministro das Relações Exteriores de Angola, Téte António, reiterou a aposta do Governo na promoção da diplomacia económica. O…
Investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra ganha pela segunda vez concurso ERC

Investigadora do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra ganha pela segunda vez concurso ERC

A Investigadora Principal do Centro de Estudos Sociais da Universidade de Coimbra (CES-UC), Ana Cristina Santos, acaba de ganhar um…
Cabo Verde: PR propõe fundos para autonomia dos municípios

Cabo Verde: PR propõe fundos para autonomia dos municípios

O Presidente da República de Cabo Verde, José Maria Neves, propõe a criação de um Fundo de Desenvolvimento Local e…
Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

Timor-Leste: Representante da CPLP apela à participação nas presidenciais

O chefe da missão de observação da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP) às eleições presidenciais em Timor-Leste, o…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin