2021 será outro ano agitado para a temporada de furacões no Atlântico

A Administração Oceânica e Atmosférica dos EUA avisa que 2021 será um ano ativo para tempestades no Oceano Atlântico. Recorde-se que 2020 foi um ano recorde em número e intensidade de furacões.

A previsão da NOAA para a temporada de furacões no Atlântico, que vai de 1º de junho a 30 de novembro, prevê de 13 a 20 tempestades nomeadas, com seis a 10 delas se transformando em furacões e de três a cinco em grandes furacões de categoria 3 ou superior. Em comparação, 2020 acumulou 31 ciclones tropicais e subtropicais.

Uma temporada média de furacões no Atlântico também é mais ocupada do que costumava ser, anunciou a NOAA em abril. O novo “normal” agora é baseado em médias de 1991 a 2020, em vez de 1981 a 2010. Em vez de 12 tempestades nomeadas e seis furacões, uma temporada média agora tem 14 tempestades nomeadas e sete furacões.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

Ucrânia: Presidente assina pedido de adesão à União Europeia

O Presidente da Ucrânia, Volodymyr Zelensky, assinou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, o pedido formal de adesão à União Europeia…
Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

Ucrânia: Ataque russo em Kharkiv causa 11 mortes

O Governo ucraniano afirmou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que morreram 11 pessoas e centenas ficaram feridas durante um ataque russo…
Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

Angola: Cidadãos angolanos fogem da Ucrânia

A maioria dos angolanos que viviam em Kharkiv, segunda maior cidade da Ucrânia, decidiu abandonar o local no sábado, 26…
Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

Guerra na Ucrânia causa 422 mil refugiados

O Alto Comissariado das Nações Unidas para os Refugiados (ACNUR) partilhou nesta segunda-feira, 28 de fevereiro, que já são mais…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin