Cientistas descobrem 14 genes que causam obesidade

Notícias promissoras no esforço de desenvolver medicamentos para tratar a obesidade: os cientistas da Universidade da Virgínia identificaram 14 genes que podem causar e três que podem prevenir o ganho de peso. As descobertas abrem caminho para tratamentos para combater um problema de saúde que afeta mais de 40% dos adultos americanos.

“Sabemos de centenas de variantes de genes que têm maior probabilidade de aparecer em indivíduos que sofrem de obesidade e outras doenças. Mas “mais probabilidade de aparecer” não significa causar a doença. Essa incerteza é uma grande barreira para explorar o poder dos genes para identificar alvos para tratar ou curar a obesidade. Para superar essa barreira, desenvolvemos um pipeline automatizado para testar simultaneamente centenas de genes para um papel causal na obesidade. Na primeira ronda experimental descobrimos mais de uma dúzia de genes que causam e três genes que prevenem a obesidade “, disse Eyleen O’Rourke, da Faculdade de Artes e Ciências da UVA.

A nova pesquisa de O’Rourke ajuda a lançar luz sobre as complexas relações entres obesidade, dieta e ADN. A obesidade tornou-se uma epidemia, impulsionada em grande parte por dietas ricas em calorias carregadas de açúcar e xarope de milho rico em frutose. Estilos de vida cada vez mais sedentários também desempenham um grande papel.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

MPLA, FRELIMO, ANC e SWAPO querem formação contínua dos militantes

Militantes e delegados dos partidos MPLA (Angola), FRELIMO (Moçambique), ANC (África do Sul) e SWAPO (Namíbia) terminam neste sábado, 26…
Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

Moçambique: Autarquias locais mantêm dependência do OE

O presidente da Comissão de Administração Pública e Poder Local da Assembleia da República de Moçambique, Francisco Mucanheia, chefiou um…
Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

Timor-Leste: Construção do Porto de Tíbar alcançou os 72% em 2021

O Ministério das Finanças de Timor-Leste informou, através de um documento, que a construção do Porto de Tíbar chegou a 72%…
Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Moçambique: Paralisação de fábricas de processamento de castanha de cajú empurra mais de 17 mil pessoas para o desemprego em Nampula

Na província moçambicana de Nampula, 17.182 trabalhadores foram empurrados para o desemprego nos dois últimos anos na sequência da paralisação…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin