Ciência

Cientistas descobrem proteína que contribui para o surgimento de doenças do coração

Uma equipa de investigadores, liderada por Henrique Girão, da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC), identificou uma proteína que contribui para o surgimento de doenças cardíacas.

Neste estudo foi descoberto que «a proteína EHD1 é determinante para regular a distribuição e localização de um canal – designado gap junction – que é essencial para a propagação rápida do sinal elétrico (“sinal de contração”) através do músculo cardíaco, e que está na base do batimento sincronizado do coração», salienta Henrique Girão.

Para se perceber melhor a relevância desta investigação o investigador da FMUC explica que «muitas doenças do coração estão associadas a uma distribuição anómala das gap junctions nas células do coração, o que acarreta um impacto negativo na força de contração. O batimento do coração é menos vigoroso, fazendo com que em cada contração haja menos sangue a ser ejetado (bombeado)».

Assim, Henrique Girão salienta que os resultados deste estudo possibilitam «a identificação de novos alvos terapêuticos que permitam, no futuro, o desenvolvimento de abordagens mais eficazes no combate às doenças cardiovasculares, particularmente estratégias inovadoras que evitem que a proteína EHD1 participe na remoção das gap junctions dos discos intercalares, garantindo assim um batimento eficiente do coração».

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo