Cientistas identificam origem de explosão misteriosa de ondas de rádio no Universo

Os Cientistas identificaram pela primeira vez a fonte de uma “explosão rápida de rádio” – uma explosão fugaz de ondas de rádio que, neste caso, veio de uma galáxia a 6 mil milhões de anos-luz de distância. Explosões rápidas de rádio (FRBs, na sigla em inglês) duram apenas milissegundos, mas lançam tanta energia no espaço – na forma de ondas de rádio – quanto o nosso Sol emite em dias ou até semanas.
A causa dessa grande explosão, a 17ª detetada na história, ainda é um mistério, mas descobrir a galáxia de origem é um momento-chave no estudo destes fenómenos.
A equipa também conseguiu medir a quantidade de matéria que entrou no caminho dessas ondas – fazendo, desta maneira, uma espécie de “pesagem do Universo”. Os resultados do trabalho foram publicados na revista especializada Nature.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Seda sustentável pode ter aplicações biomédicas e no abastecimento alimentar

Seda sustentável pode ter aplicações biomédicas e no abastecimento alimentar

Embora a seda seja mais conhecida como um componente para roupas e tecidos, o material tem muitos usos, desde a…
Timor-Leste: Aprovadas regras de execução do OGE de 2022

Timor-Leste: Aprovadas regras de execução do OGE de 2022

O Conselho de Ministros de Timor-Leste aprovou o projeto do Governo sobre o estabelecimento das regras de execução do Orçamento…
União Europeia quer considerar nuclear como energia "verde"

União Europeia quer considerar nuclear como energia "verde"

A União Europeia está a provocar fortes reações contra os planos de rotular o nuclear e o gás como investimentos…
Moçambique: Nyusi promulga Lei Orgânica do Ministério Público

Moçambique: Nyusi promulga Lei Orgânica do Ministério Público

O chefe de Estado moçambicano, Filipe Nyusi, promulgou a Lei Orgânica do Ministério Público e o Estatuto dos Magistrados do…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin