Ciência

Cientistas lançam medidas de segurança para a investigação na área da neurociência

Um grupo de 41 cientistas de 20 países, entre os quais o português Jorge Almeida, do Proaction Lab da Universidade de Coimbra (UC), elaborou um guia de orientações para tornar possível o restabelecimento rápido e em segurança das atividades de investigação e clínicas ligadas à neurociência e ao uso de técnicas de estimulação neuronal, atualmente muito limitadas devido à pandemia da COVID-19.

Este guia visa essencialmente ajudar a comunidade científica e médica a adaptar-se para continuar gradualmente os estudos e tratamentos que subitamente foram inviabilizados.

As orientações propostas, baseadas em três fases: impacto inicial da Covid-19, práticas atuais e preparação futura, incluem uma lista de 12 passos que sugerem «a redução de contacto desnecessário, através da remoção ou da simplificação de protocolos e a incorporação da telemedicina. Recomendamos também o distanciamento social, cuidados redobrados na esterilização do equipamento utilizado e elencamos considerações mais específicas para populações abrangidas por estas experiências e terapias», resume Jorge Almeida.

O guia pretende dar resposta às restrições repentinas causadas pela pandemia que resultaram na interrupção e atrasos na atividade científica, «nomeadamente nos estudos neurocientíficos, com a interrupção do recrutamento e teste de participantes, e com a paragem de ensaios clínicos e de tratamentos” explica Jorge Almeida.

Para além de permitir o avanço do conhecimento sobre diferentes tipos de doenças neuropsiquiátricas, as técnicas de estimulação são importantes para a investigação básica do cérebro e da mente», refere ainda Jorge Almeida, que, conclui, «ao manter o funcionamento de laboratórios de investigação e infraestruturas clínicas que utilizam estas técnicas, espera-se portanto conseguir aliviar também, a curto e longo prazo, os efeitos psicológicos causados pela pandemia».

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo