Ciência

Consórcio que inclui duas universidades portuguesas quer promover o estudo dos planetas na Europa

O projeto europeu “GeoPlaNetSP”, que reúne em consórcio várias universidades europeias, nomeadamente as universidades portuguesas de Coimbra e Porto, pretende criar um mestrado Erasmus Mundus em Geociências Planetárias.

As geociências planetárias visam essencialmente o conhecimento dos planetas do sistema solar, «em particular os planetas que são rochosos como a Terra (Mercúrio, Vénus e Marte), bem como os respetivos satélites naturais» sublinham Alexandra Pais, Fernando Carlos Lopes, João Fernandes e José Pinto da Cunha, docentes da Faculdade de Ciências e Tecnologia da Universidade de Coimbra (FCTUC).

Assim, as Geociências Planetárias oferecem uma possibilidade de testar modelos de formação do sistema solar e de alcançar um conhecimento mais integrado sobre a composição, estrutura e evolução dos planetas.

Por outro lado, acrescentam, «num tempo em que se perspetiva (numa escala de tempo inferior a um século) a realização de viagens interplanetárias tripuladas, a preparação dessas missões necessitará a montante do conhecimento profundo da natureza dos planetas que desejarmos visitar».

Para criar as condições para ter o novo mestrado a funcionar no ano letivo 2022/2023, o consórcio obteve um financiamento de 263 mil euros da União Europeia.

 

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo