Desastres climáticos custaram mais de 100 biliões de dólares em 2021

De acordo com um relatório da Christian Aid, durante o ano de 2021, os 10 eventos climáticos mais extremos custaram 100 biliões de dólares em danos.

A pesquisa que levou em em conta os 15 desastres climáticos mais destrutivos de 2021, refere que destes, 10 custaram 1,5 biliões de dólares ou mais, com o furacão Ida nos Estados Unidos causando a morte de 95 pessoas e custando 65 biliões apenas em danos.

O relatório alertou que, embora os impactos financeiros tenham sido maiores nos países ricos devido a uma oferta mais abundante de bens e propriedades de alto valor, o impacto nos países em desenvolvimento não deve ser descartado.

Neste caso, o relatório refere os eventos no Sudão do Sul como exemplo, nos quais as inundações deixaram mais de 850.000 pessoas desalojadas e as secas que também continuam a devastar a África Oriental.

De acordo com o relatório, quatro dos eventos mais caros ocorreram na Ásia, com enchentes e tufões custando $ 24 biliões de dólares – inclui inundações na província chinesa de Henan, que matou 320 pessoas e custou 17,5 biliões de dólares.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Moçambique: Administrador de Tete entre as vítimas mortais da tempestade Ana

Moçambique: Administrador de Tete entre as vítimas mortais da tempestade Ana

O corpo do administrador do distrito de Tete, José Maria Mandere, foi encontrado na zona de Baixa de Benga. A…
Timor-Leste: Líder do PT é primeira candidata a registar-se nas presidenciais

Timor-Leste: Líder do PT é primeira candidata a registar-se nas presidenciais

A presidente timorense do Partido Trabalhista (PT), Ângela Freitas, foi a primeira a formalizar a sua candidatura às eleições presidenciais,…
Guiné Equatorial: Governo aprova listas de 4 mil empregos públicos

Guiné Equatorial: Governo aprova listas de 4 mil empregos públicos

O Governo equato-guineense aprovou a publicação das listas dos quatro mil empregos públicos oferecidos à população. As listas foram divulgadas…
Revista de Imprensa Lusófona de 26 de janeiro de 2022

Revista de Imprensa Lusófona de 26 de janeiro de 2022

Em Portugal o “Observador” escreve que “João Ferreira voltou com a missão de atacar PSD (e Chega). António Filipe chama…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin