Estudo conclui que os nanoplásticos colocam em risco o funcionamento dos ecossistemas de água doce

Uma equipa de cientistas da Universidade de Coimbra (UC), em colaboração com a Universidade de Aveiro (UA) e a Konkuk University (Coreia do Sul) concluiu que concentrações ambientalmente relevantes de nanoplásticos representam um grande risco para os níveis tróficos basais das cadeias alimentares de pequenos ribeiros.

Os nanoplásticos são fragmentos de plástico com tamanho menor que 1000 nm (nanómetros) – aproximadamente o tamanho de um vírus – usados geralmente por indústrias farmacêuticas, de cosmética e produtos de limpeza, podendo também ser derivados da degradação dos macroplásticos que usamos no nosso dia a dia.

Segundo Seena Sahadevan, investigadora do Centro de Ciências do Mar e do Ambiente (MARE) e primeira autora do artigo científico, os resultados obtidos indicam que «a decomposição, reprodução e a abundância dos fungos são significativamente afetadas por baixas concentrações e tamanho dos nanoplásticos; as partículas de menor tamanho demonstram maior toxicidade».

A principal preocupação com estes fragmentos plásticos nanométricos é a alta capacidade de interação e reação com outras moléculas e organismos presentes no ambiente. Atualmente, a grande maioria dos estudos que abordam «as consequências dos micro e nanoplásticos na natureza são realizados em ambientes marinhos. No entanto, é importante ressaltar que 1,15 – 2,41 milhões de toneladas dos plásticos presentes nos oceanos são transportados através dos rios», frisam os autores do estudo.

De uma forma geral, este estudo fornece «novos insights sobre os grandes riscos que os nanoplásticos apresentam para o bom funcionamento dos ecossistemas de água doce», sintetiza Seena Sahadevan.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado.




Artigos relacionados

Brasil: Crise institucional aumenta com declaração de ministro e confronto com ministro da Defesa

Brasil: Crise institucional aumenta com declaração de ministro e confronto com ministro da Defesa

O Ministro da Defesa do Brasil rebateu as declarações do ministro do Supremo Tribunal Federal (STF) Luís  Roberto Barroso e…
Visita de João Lourenço a Cabinda foi uma “folclórica actividade político partidária”, diz a FLEC

Visita de João Lourenço a Cabinda foi uma “folclórica actividade político partidária”, diz a FLEC

A organização independentista Frente de Libertação do Estado de Cabinda (FLEC-FAC) considera que a visita do presidente angolano João Lourenço…
Timor-Leste recebe mais de 90 professores portugueses esta segunda-feira

Timor-Leste recebe mais de 90 professores portugueses esta segunda-feira

A coordenadora timorense Antonieta de Jesus informou que são esperados nesta segunda-feira, 25 de abril, mais de 90 professores portugueses,…
Moçambique: FMI prevê aumento de preços em 9%

Moçambique: FMI prevê aumento de preços em 9%

O Fundo Monetário Internacional (FMI) prevê um agravamento do custo de vida em Moçambique, podendo haver uma subida generalizada do…
Share on facebook
Share on twitter
Share on linkedin