Ciência

Estudo revela que semanas de trabalho mais curtas levam a melhorias significativas na saúde

Um artigo publicado recentemente na revista Economics & Human Biology descobriu que reduzir o número de horas de trabalho pode melhorar uma variedade de indicadores de saúde dos trabalhadores, como níveis de tabagismo e índice de massa corporal (IMC).

Mais especificamente, os investigadores descobriram que encurtar a semana de trabalho em quatro horas leva a uma redução de 19% a 24% no tabagismo e de 1,7% a 2,1% no IMC dos trabalhadores.

“A principal implicação destes resultados é que as políticas que reduzem o tempo de trabalho, como a redução da semana de trabalho legal, podem levar a benefícios importantes para a saúde”, disse a coautora Inés Berniell, economista da Universidad Nacional de La Plata, Argentina.

Berniell e o investigador sueco Jan Bietenbeck, usaram dados de uma pesquisa única com trabalhadores realizada em 1998, quando o governo de França cortou a duração da semana de trabalho de 39 para 35 horas sem qualquer alteração no pagamento dos trabalhadores, e novamente em 2002 quando a reforma foi totalmente implementada.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo