Ásia | Ciência

Indonésia: Descoberta pirâmide com mais de 28 mil anos sob o Monte Padang

Foi descoberta na Indonésia o que poderá ser a pirâmide mais antiga da Terra, com mais de 28 mil anos e que estava escondida sob o que se acreditava ser uma montanha.

A descoberta foi anunciada por um grupo de cientistas e geólogos  na reunião anual da União Geofísica Americana, que revelaram que a estrutura da pirâmide estava escondida sob o solo do cume do Monte Padang, West Java. O monte, o sítio arqueológico descoberto no início do século XIX.

“O que antes era visto como uma superfície construída, mais a baixo é uma estrutura enorme”, disse o geólogo Andang Bachtiar, que supervisionou a perfuração do solo.

A equipa científica, com a ajuda de ferramentas tecnológicas, descobriu gradualmente várias camadas de uma estrutura que se estende por uma área de cerca de 15 hectares, correspondendo a 150 mil metros quadrados.

A pirâmide foi construída durante milénios, com camadas representando diferentes períodos. A primeira camada data de 3.000 a 3.500 anos atrás. A uma profundidade de cerca de 3 metros, encontra-se a segunda camada que tem entre 7.500 e 8.300 anos. A terceira estende-se 15 metros abaixo da superfície, tem mais de 9.000 anos e pode ter até 28.000 anos. Se isto for confirmado, seria a estrutura piramidal mais antiga.

O principal pesquisador do projeto e cientista do Instituto de Ciências da Indonésia, Danny Hilman Natawidjaja disse que é “um templo único” por ter uma estrutura alongada com o que parece ser um semicírculo na parte da frente, diferindo as pirâmides maias, que tendem a ser simétricas.

A população local ainda usa o local exposto, o Monte Padang, como um destino sagrado para oração e meditação, e esta pode ser a forma como foi usado há milhares de anos.

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo