Investigadores criam unidade de produção de combustível para aeronaves a partir da luz solar e do ar

Cientistas da ETH Zurich construíram uma unidade que pode produzir combustíveis líquidos neutros em carbono a partir da luz do sol e do ar. O próximo objetivo será levar esta tecnologia à escala industrial e ganhar competitividade. 

Num artigo publicado na revista Nature, os investigadores de Zurique e Potsdam, descrevem como esse novo reator solar funciona e delineiam uma estrutura de política que forneceria incentivos para expandir a produção de “querosene solar”.

Os combustíveis neutros em carbono são cruciais para tornar os transportes aéreos e marítimos sustentáveis. A unidade desenvolvida em Zurique pode ser usada para produzir combustíveis líquidos sintéticos. O CO 2 e a água são extraídos diretamente do ar ambiente e divididos por meio da energia solar. Este processo produz gás de síntese, uma mistura de hidrogénio e monóxido de carbono, que é então processado em querosene, metanol ou outros hidrocarbonetos.

A liderada por Aldo Steinfeld, Professor de Fontes de Energia Renováveis ​​da ETH Zurique, tem operado a minirrefinaria solar no telhado do prédio do Laboratório de Máquinas da ETH em Zurique nos últimos dois anos. “Esta unidade demonstra com sucesso a viabilidade técnica de todo o processo termoquímico para converter a luz solar e o ar ambiente em combustíveis drop-in. O sistema opera de forma estável em condições solares reais e fornece uma plataforma única para pesquisa e desenvolvimento adicionais”, disse Steinfeld. A tecnologia agora está suficientemente madura para uso em aplicações industriais.

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *




Artigos relacionados

Brasil: Alta do preço dos fertilizantes no agronegócio faz com que Brasil anuncie plano, para produção nacional do setor

Brasil: Alta do preço dos fertilizantes no agronegócio faz com que Brasil anuncie plano, para produção nacional do setor

O governo federal lançará um plano nacional de fertilizantes emdezembro, em meio à escalada dos preços desses produtos em todo omundo. O objetivo do conjunto de diretrizes é reduzir a extremadependência do Brasil de fornecedores internacionais. Em alguns casos,a importação chega a 95% do que o país consome, o que deixa oagronegócio, principal peso na balança comercial brasileira, muitosuscetível a crises internacionais, como a de agora.A meta, segundo o Ministério da Agricultura, é reduzir aparticipação estrangeira de, em média, 85% para algo em torno de 60%nos próximos 30 anos. Não resolverá a crise atual, que vai impactar asafra 2022/2023, mas pode minimizar futuros choques globais entre ofertae demanda.Os fertilizantes são compostos minerais usados para melhorar anutrição das plantas. “O solo brasileiro é naturalmente pobre emnutrientes e ácido, principalmente no Cerrado“, explica José CarlosPolidoro, pesquisador da Embrapa (Empresa Brasileira de PesquisaAgropecuária) Solos.Os principais fertilizantes usados na agricultura são os do chamadogrupo NPK, em referência às letras que representam os elementos natabela periódica, em que N se refere aos nitrogenados (à base denitrogênio), P aos fosfatados (à base de fósforo), e K aos quecontêm potássio.Apesar de o lançamento coincidir com o agravamento da crise atual, elenão tem o objetivo de resolvê-la. “O plano não visava a uma açãoemergencial. É um plano estruturante, voltado para uma mudança depanorama em 30 anos, com ciclos. Começa com ações de curto até as delongo prazo“, disse Rangel.Carlos Vasconcelos – Correspondente
São Tomé e Príncipe: Desmarcada greve na Saúde

São Tomé e Príncipe: Desmarcada greve na Saúde

Foi desmarcada a greve dos profissionais da Saúde que estava prevista para hoje, dia 22 de novembro. O acordo para…
Moçambique: Proposta de PES e OE para 2022 é de 450 mil milhões de meticais

Moçambique: Proposta de PES e OE para 2022 é de 450 mil milhões de meticais

O Governo de Moçambique estima para 2022 uma despesa total no valor de 450.576,8 mil milhões, que corresponde a 40,1% do Produto…
Campanha #PortugalContraAViolência - Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres

Campanha #PortugalContraAViolência - Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres

Para assinalar o Dia Internacional pela Eliminação da Violência Contra as Mulheres, é hoje lançada a campanha #PortugalContraAViolência. A campanha…
Share on facebook
Share on google
Share on twitter
Share on linkedin