Investigadores criam unidade de produção de combustível para aeronaves a partir da luz solar e do ar

Cientistas da ETH Zurich construíram uma unidade que pode produzir combustíveis líquidos neutros em carbono a partir da luz do sol e do ar. O próximo objetivo será levar esta tecnologia à escala industrial e ganhar competitividade. 

Num artigo publicado na revista Nature, os investigadores de Zurique e Potsdam, descrevem como esse novo reator solar funciona e delineiam uma estrutura de política que forneceria incentivos para expandir a produção de “querosene solar”.

Os combustíveis neutros em carbono são cruciais para tornar os transportes aéreos e marítimos sustentáveis. A unidade desenvolvida em Zurique pode ser usada para produzir combustíveis líquidos sintéticos. O CO 2 e a água são extraídos diretamente do ar ambiente e divididos por meio da energia solar. Este processo produz gás de síntese, uma mistura de hidrogénio e monóxido de carbono, que é então processado em querosene, metanol ou outros hidrocarbonetos.

A liderada por Aldo Steinfeld, Professor de Fontes de Energia Renováveis ​​da ETH Zurique, tem operado a minirrefinaria solar no telhado do prédio do Laboratório de Máquinas da ETH em Zurique nos últimos dois anos. “Esta unidade demonstra com sucesso a viabilidade técnica de todo o processo termoquímico para converter a luz solar e o ar ambiente em combustíveis drop-in. O sistema opera de forma estável em condições solares reais e fornece uma plataforma única para pesquisa e desenvolvimento adicionais”, disse Steinfeld. A tecnologia agora está suficientemente madura para uso em aplicações industriais.

Deixe uma resposta




Artigos relacionados

Cabo Verde é dos 21 melhores destinos para visitar em 2023

Cabo Verde é dos 21 melhores destinos para visitar em 2023

Cabo Verde encontra-se entre os 21 melhores destinos para se visitar em janeiro de 2023, de acordo com a lista…
Angola: Acidentes de viação são segunda causa de morte do país

Angola: Acidentes de viação são segunda causa de morte do país

A Vice-Presidente de Angola, Esperança da Costa, partilhou a sua surpresa no que diz respeito à existência de um grande número…
Moçambique recebe mais USD 59 milhões do FMI para OE

Moçambique recebe mais USD 59 milhões do FMI para OE

O Fundo Monetário Internacional (FMI) concluiu a primeira avaliação do programa de financiamento de três anos ao Orçamento do Estado…
Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

Moçambique: FMI prevê elevado crescimento do crédito à economia

O Fundo Monetário Internacional (FMI) estima um crescimento considerável do crédito à economia em 2023 para Moçambique.  Se isso se…