Ciência

Investigadores desenvolvem ferramenta para rastrear lixo marinho nos oceanos

algas; oceano; mar

Num esforço para combater os milhões de toneladas de lixo marinho que flutuam no oceano, os investigadores desenvolveram uma nova ferramenta virtual para rastrear esses detritos. Este trabalho ajudará a fornecer respostas para ajudar a monitorizar e lidar com o problema do lixo marinho.

“O lixo marinho é encontrado em todo o mundo e não entendemos totalmente o seu impacto no ecossistema do oceano ou na saúde humana”, disse Eric Chassignet, diretor do Centro de Estudos de Predição Oceânica-Atmosférica da FSU (COAPS) e principal autor do artigo. “É por isso que é importante aprender mais sobre este problema e desenvolver formas eficazes de mitigá-lo.”

O lixo marinho é um grande problema para os oceanos da Terra. Os cientistas já encontraram pequenos pedaços de plástico dentro de peixes, tartarugas e pássaros – lixo que bloqueia o trato digestivo e altera o comportamento alimentar, alterando o crescimento e a reprodução. A maior parte desse lixo marinho é plástico, o que é particularmente preocupante porque o plástico permanece no oceano por muito tempo.

“Saber para onde vai o lixo marinho lançado no oceano por um determinado país e a origem do lixo encontrado na costa de um determinado país são informações importantes para os políticos”, disse Chassignet. “Por exemplo, pode ajudar os políticos a determinar onde concentrar seus esforços para lidar com esse problema.”

© e-Global Notícias em Português
Comentar

Deixe um comentário

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Topo